América Latina não se encontra dividida porque é subdesenvolvida senão que é subdesenvolvida porque está dividida
— Jorge Abelardo Ramos

APRESENTAÇÃO

A partir de ações artísticas, oficinas reflexivas e produção de conhecimento, esse projeto viajará pela América Latina,  levando aos seus diversos povos uma perspectiva positiva e integradora sobre o ser latino-americano, contribuindo para que as pessoas valorizem suas origens, diversidade cultural, história e lugar, renovando os laços com a sua região, país e de maneira mais profunda com os diversos povos da região.

INTRODUÇÃO

Desde criança me interesso pela América Latina, o que passou a ser uma missão de vida, quando estudando sua história, pude me enxergar como latinoamericana e mudar minha visão sobre a própria região em que vivia. Como muitas pessoas, enxergava como um infortúnio ter nascido nesse lugar, pois nossa sociedade sofre de muita desigualdade, corrupção e violência.  Estudando, pude perceber que somos o resultado da mestiçagem entre os indígenas (povos originários), europeus e africanos. Sendo que essa mistura foi realizada na maioria das vezes de maneira violenta, envolvendo violações, escravização e mentalidades criadas a partir da época em que mestiços eram considerados inferiores; o povo da América Latina, além de não ser consciente de suas origens e história, se vê de maneira negativa, quando comparado a outros povos.

 A partir de uma imersão dentro do universo cultural latino-americano, se pode perceber grandes riquezas nas práticas culturais dos diversos povos da região, além de diversas interações que mostram uma conexão profunda entre esses diferentes grupos. Se essas questões forem apresentadas para os distintos grupos ao redor da região, pode-se transformar a visão que os latino-americanos tem como um todo, deles mesmos e por conseguinte,  de seus povos. Por tal razão, esse projeto foi criado para possibilitar a construção de outro olhar sobre o ser latino-americano, por meio de apresentações, oficinas reflexivas, e um conjunto de ferramentas virtuais, para grupos de diferentes regiões e origens sociais na América Latina, ajudando a construir uma identidade positiva, que possa ajudar na união dos povos e na construção de capital social.

OBJETIVOS

GERAIS

-Adquirir saberes culturais, sobre povos visitados e pontos de interações entre eles, através de uma viagem de campo pela América Latina.

-Proporcionar a diferentes grupos de pessoas a possibilidade de refletir e valorizar positivamente suas identidades como latino-americanos, a partir de apresentações, oficinas culturais e conhecimento virtual.

-Promover comunicação entre diversos povos através da exposição de uma cultura que valorize suas origens.

ESPECÍFICOS                                       

- Pelas vivências, agregar novos conhecimentos para as apresentações e oficinas.

-Gerar Capital Social para diversas comunidades.

- Maior compreensão das diferentes realidades latino-americanas.

-Despertar sentimentos de união nas pessoas.

METODOLOGIA

JUSTIFICATIVA

Com a resolução desse projeto, a comunidade latino-americana que for impactada pelas ações, poderá melhorar e ampliar a imagem que tem de si mesma, compreendendo a sua ligação com os seus vizinhos, e possibilitando assim, a criação de capital social, que seria:   

 

Um fenômeno subjetivo, composto de valores e atitudes que influenciam como as pessoas se relacionam entre si. Incluem confiança, normas de reciprocidade, atitudes e valores que auxiliam as pessoas a transcender relações conflituosas e coletivas para conformar relações de cooperação e de ajuda mútua.- Kenneth Newton

 

Dessa maneira, pode-se ajudar no apaziguamento de conflitos culturais, que é hoje um dos grandes problemas da região citada. Demonstrando a união da América Latina a partir da diversidade, se incentivará as pessoas a agirem de maneira interna, o que pode beneficiar a economia, principalmente a chamada economia criativa, as relações sociais entre grupos distintos (ex. pobres x ricos, brancos x mestiços- podendo apaziguar violências) e inclusive questões ambientais, pois a criação de capital social, também contribui para a maior valorização do lugar habitado e por consequência melhores práticas comunitárias. 

RESULTADOS PREVISTOS

-Ganhar muito conhecimento cultural sobre os povoslatino-americanos e aplicar nas ações do projeto para que esse possa sempre estar mais completo .

-Se espera alcançar um público de no mínimo 10.000 pessoas, a partir das apresentações e oficinas, além da plataforma virtual.

- Provocar reflexões e sentimentos nas pessoas, que as possibilitem de conectar mais com a realidade latino-americana, para que possam se transformar em Capital Social.